Meditação do dia

Sexta-Feira - 24/10/2014

Os Profetas Menores (II) – Mq/Na/Hc/Sf/Ag/Zc/Ml
Ageu (I) – Deus reconstrói a história de seu povo

Uma conclamação ao trabalho

Leitura diária: Ageu 1.1-5
Leitura da Bíblia em um ano: Jeremias, capítulos 41, 42 e 43

 

Em nossa caminhada histórica pelos profetas chamados "menores", demos (de ontem, domingo, para hoje, segunda-feira) um salto cronológico de cerca de 90 ou 80 anos. Se Sofonias profetizou nos tempos finais do Reino de Judá, em Jerusalém, no ano 600 a.C., aproximadamente, Ageu surgirá depois do exílio de 70 anos no cativeiro babilônico, trazendo a sua intervenção profética em torno de 521 a 516 a.C.


Lembremo-nos: em 539 a.C., Ciro, o persa, tomou o reino babilônico; três anos depois, em 536 a.C., conforme profecia de Isaías, ele permitiu a primeira leva de volta do povo de Deus a Israel, com Zorobabel chegando a Jerusalém arrasada com 42.360 homens; de 536 a 521 a.C., os judeus se dedicam a ocupar a terra, a reconstruir suas casas e a reconstrução do templo que chegou a ser iniciada, e que ficou parada em função dos obstáculos de Sambalate, Tobias e Gesen da época.


Pois bem, é em 521 a.C. que devem ter surgido Ageu e Zacarias, os dois profetas que vão conclamar o povo à reconstrução. Eles perceberam que o povo havia se acomodado à impossibilidade da reconstrução e não estava mais se preocupando com o fato de que fora exatamente para isto que Ciro, o bom pastor, o libertara do cativeiro.


Ageu vai, então se levantar contra esta situação e conclamar os líderes e mesmo o povo a uma reação positiva para a reconstrução em 1.2,4:


"Assim falau o Senhor dos exércitos, dizendo:
Este povo diz: Não veio ainda o tempo,
o tempo de edificar a casa do Senhor...
Acaso é tempo de habitardes na vossas casas forradas,
enquanto esta casa fica desolada?"


A mensagem de Ageu vai ser muito objetiva para os nossos dias, em nossas igrejas e nossa vida. Muitas vezes, ficamos procrastinando nas obras que deveríamos realizar para a causa do Senhor, enquanto nos voltamos unicamente para os nossos interesses e negócios pessoais. O povo de Israel estava vivendo assim e, por isso, o Senhor vai chamar-lhes a atenção pelo profeta.

 

Oração para o dia:

Molda-me, Senhor, aos teus planos para a minha vida. Que eu não me deixe conduzir pelos planos do mundo, esquecendo-me da obra que é tua.

Outras Meditações

Newsletter
NOME:
E-MAIL:

JUERP- todos os direitos reservados 2010